quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

partida



Ardia o sol de Inverno no chão do Alentejo.
Chão de antiquíssimos arderes.
Chão de vermelhos de papoilas.
Vermelhos de sangues.
De lenços de moçoilas.
Escarlate de faces namoradas.
Alentejo que ardias em Janeiro
num céu azul que encandecia.
Azul tão puro e liso que doía.


Olhar que longe de ti te andava.
Olhar que em azul se desfazia.
No Alentejo ao início da tarde
o sol doía de doirado.

Em um Janeiro mal começado
doiravas mais o céu
tu que de viver partias.
No céu azul onde em Janeiro,
Inverno,
ardia o sol doirado no chão do Alentejo
e tu partias
brilhando de um viver que nos doía.



o TCA chamou-lhe triste planura e republicou aqui com este "risco"

a MJM guardou-o aqui

10 comentários:

Menina_marota disse...

Lindo!!! É um prazer redobrado ler-te!
Comentar-te era desvirtuar a beleza que encerram as tuas palavras.
Adorei!

Um abraço carinhoso e FELIZ 2007
;)

Poesia Portuguesa disse...

Soberbo Poema a deixar-me saudades do "meu" Alentejo de menina e moça...
Um abraço carinhoso e tem um FELIZ 2007 ;)

Unicus disse...

Adoro a forma como te expressas.
Beijo e bom 2007

Amaral disse...

Entrelaçados os versos, deixemos que o poema nos arraste consigo...
O chão do Alentejo cheira-se nos ares pelas narinas dum alentejano...
É assim que o poeta entende... e depois sente no rodopiar da sua pena...

Menina_marota disse...

Passei para te (re)ler...

Deixo um abraço e bom fim de semana ;)

wind disse...

Escritora, sempre belo o que escreves e bonita foto.
A parte de cima do teu blog está bonita:)
beijos

Nilson Barcelli disse...

Gosto do que escreves.
Seja conto ou poesia.
Este devia figurar na "antologia alentejana"...
Beijos.

Mirmidão disse...

E continuas a espalhar talento por tudo o que é cantinho.
De regresso a estas lides, deixo-te
Aquele @bração
O Mirmidão

MJM disse...

'Apanhei'-te este no TCA e tinha q vir a correr!
É de uma pujança!...
Tens uma forma de 'dizer' loucamente tua (reconhecer-te-ia não-assinados pelas substantivações q usas, p/ex).
Desculpa se não me atenho apenas pelas emoções q despertas - evidentes, inegáveis; particulares apenas a quem sabe sentir e passar sentires (este dizer seria teu...) - mas não resisto a aplaudir a mestria de uma boa mão, nessa caligrafia invisível, q é a estrutura da escrita.
Parabéns!
Vou roubar-te este para o dixit, para q não se perca.
kisses, a lot of

Anónimo disse...

[p]If you are searching for that specific gift, you might wish [url=http://www.tiffanycoengland.co.uk]tiffany stores[/url] to take a look at the number of engravings out there . Right now, a large number of forgeries are designed within the genuine [url=http://tiffanyuksale.webstarts.com]tiffany silver[/url] Tiffany table lamps . How completely devoid of tenderness, and loving every sensation, which must be female, who has never heard, in every period of life, the desire to engage [url=http://tiffanyuksale.webstarts.com]tiffany uk sale[/url] in tasks or sharing the pleasure of Tiffany Jewelry the state, which all human beings are invited by the voice of nature and of reason! In fact, the total exemption from such innocent desire, indeed commendable, http://www . Jake enjoys his new system and relishes not just legs nevertheless the sheer agility of his [url=http://tiffanyuksale.webstarts.com]tiffany rings uk[/url] Avatar . I predict it is going to come up with a billion throughout the [url=http://www.tiffanycoengland.co.uk]tiffany rings[/url] world as a end result of its uniqueness . Delicately problem each one board [url=http://www.tiffanycoengland.co.uk]tiffany rings uk[/url] from decanter or glass having a fresh tiny much wash rag to bring into a shine . Imitation tiffany jewellery can nonetheless look the actual portion however isn't likely to possess the actual massive attractiveness tag . "

It's a moment few CEOs could [url=http://www.tiffanycoengland.co.uk]tiffany & co uk[/url] resist repeating.[/p]

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein