domingo, 1 de maio de 2005

dia de todas as mães

Neste dia da Mãe e 1º de Maio de tantas lutas em tantas diferentes datas, veio-me à memória o menino de sua mãe do Pessoa e lembrei-me de Gorki e encontrei uma resenha da sua Mãe aqui
a Lyra lembra-nos os meninos que não tem mãe...


E eu fiquei pensando nas mães e nos filhos
e o que eu hoje gostava era de saudar todas as mães!
Todas as mães !
A mãe do drogado, do prostituto, do desempregado

do doente, do morto, do louco, do desesperado...
do...do...do...
A mãe do que é assaltado e morto e estropiado
A mãe do que assalta e mata e estropia
A mãe do preso e a mãe do carcereiro
A mãe do soldado morto e a mãe do soldado que atirou
A mãe do violado e a mãe do violador
Disseram: “Chega” ?!...
Claro que chega...
é mais interessante, mais elegante
(será politicamente correcto, também?!)
lembrar a mãe de um deles
mas há uma mãe em cada um deles!






cada um com uma mãe a esperar

E aqui deixo ....


O Menino da sua Mãe
Fernando Pessoa

No plaino abandonado
Que a morna brisa aquece,
De balas traspassado
– Duas, de lado a lado –,
Jaz morto, e arrefece.
Raia-lhe a farda o sangue
De braços estendidos,
Alvo, louro, exangue,
Fita com olhar langue
E cego os céus perdidos.
Tão jovem! Que jovem era!
(Agora que idade tem?)
Filho único, a mãe lhe dera
Um nome e o mantivera:
«O menino da sua mãe».
Caiu-lhe da algibeira
A cigarreira breve.
Dera-lhe a mãe. Está inteira
É boa a cigarreira,
Ele é que já não serve.
De outra algibeira, alada
Ponta a roçar o solo,
A brancura embainhada
De um lenço... Deu-lho a criada
Velha que o trouxe ao colo.
Lá longe, em casa, há a prece:
"Que volte cedo, e bem!"
(Malhas que o Império tece!)
Jaz morto, e apodrece,
O menino da sua mãe.


retirado daqui


Obrigada Ognid pelo conselho pela dádivano teu comentário...é o que ainda vale de aqui andar nos blogs ! Vão ler este texto da Encandescente!

15 comentários:

Lyra disse...

todas elas mães não é? Todas! Como eu costumo dizer, até podes achar que o filho ou filha fez uma grande m...., até podes não concordar, criticar, o que seja, mas tens que estar lá! Porque és a mãe. Tens que estar lá mais não seja para dar um colo.

ognid disse...

às mães sim, a todas elas. e a essas que referes talvez com mais enfase. gostei muito. sugiro-te leres também o que a encandescente escreveu sobre o dia. beijos amiga

O Micróbio disse...

Sem dúvida... para todas as mães que não têm culpa dos filhos que tiveram!

Nilson Barcelli disse...

Há mães que ficam mais esquecidas nesta quadra.
Gostei das tuas selecções.

Conselho/Pedido:
Os teus textos estão tão à esquerda (mesmo na extrema...) que para os ler tenho que me deitar para a direita, coisa que eu não gosto. Não dará para meteres uma margenzita, ainda que pequena, para que eu, como tantos outros (presumo), não fique com um torcicolo?

Beijo e boa semana.

lique disse...

Até os maiores filhos da p... têm mãe. E talvez essas sejam as mães que mais sofrem. Ou aquelas cujos filhos são, todos os dias, vítimas de injustiça.
O texto da Encandescente, já li como faço quase todos os dias.
Beijos

bertus disse...

...espero que tenhas passado bem esse dia que já passou e que eu como filho não deixo passar em claro, ó escriba da palavra materna!
Bjs e intés!!

Ana Russo disse...

E trouxeste ao teu espaço coisas lindas e tristes... :( Mas ser mãe é bom... muito bom, não é seila ???? Bj muuuuuuuito grande. Penelope

paperl life disse...

Boa escolha.

Ognid, já fui ler a encandescente, obrigada.

Os filhos só saberão como são amados quando forem pais?

Amaral disse...

Quando lembramos as mães, necessariamente "todas elas" nos vêm à memória.
E a deusa que habita em todos nós é a soma de tudo o que existe.
Aqueles que esperam a sua mãe não se apercebem que a têm no coração, porque a vida lhes propôs uma enormidade que os sentidos não apreendem.

folhasdemim disse...

Óptimas escolhas :) Beijos, Betty

wind disse...

Bom post, selecionaste bem:) Os filhos da mãe fazem as mães sofrer. O post da encandescente já o li, está genial:) beijos para ti***

Anónimo disse...

Isso...Um BEIJO para as mães dos "esquecidos" que muitas vezes se esquecem de si próprios e de suas mães.E um beijo para ti que também és mãe.Mãe no 1º de Maio e mãe em todos os dias.

Nia disse...

Isso...Um BEIJO para as mães dos "esquecidos" que muitas vezes se esquecem de si próprios e de suas mães.E um beijo para ti que também és mãe.Mãe no 1º de Maio e mãe em todos os dias.

Cecília disse...

Uma rosa e um bjo.

João Mãos de Tesoura disse...

Excelente escolha! Sentimos isso tudo pela mãe mas também pelo pai. Este mundo feito de pais "fortes" está a mudar, os homens são tão frágeis e sensíveis como as mulheres!
Beijos

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein