sábado, 16 de março de 2013

decepadas






Cortaram um pedaço de Primavera na cidade de Lagos.
O bairro 30 de Junho no Chinicato ficou mais pobre. 
Ficou mais pobre a nossa cidade.

Cortaram árvores assim como mostra a foto. 
Será isto poda?!  
Será esta a época indicada?! 




O que eu vejo são árvores decepadas.
E os jacarandás iriam florir já no mês que entra ou muito próximo...
E nem foram os serviços camarários, e nem foram técnicos de flora ou agentes sanitários a decretar: 
corte-se, não se deixe um só ramo, faça-se de cada árvore apenas tronco.
Não faria isso quem soubesse, quero acreditar! 
A decisão veio da direcção da cooperativa, veio de quem aqui vive, o que me espanta e dói ainda mais.
Decisão que resulta no espectáculo que as fotos nem conseguem documentar, que não se documenta numa fotografia o que se sente a olhar aquelas pobres árvores  reduzidas a troncos mutilados, impedidas de florir, quem sabe se apenas neste ano, aquelas árvores já com tanta idade... 
Erguidos aos céus estes pobres cotos
que nem ramos sequer e suas folhas a encher de sombra os dias de Estio neste bairro. 

Não é isto incúria?! 
Será zelo?

Se é zelo, 
se acções destas têm defesa, e sou eu que incorro em erro, andarei  então num mundo que não é o meu...

Eu que temo se morrerão algumas, senão todas estas árvores...
e se viverei para as ver de novo frondosas...
e se poderão os meus netos passear um dia na sua sombra...

Às gentes que assim decidiram 
e aos demais que terão ficado contentes
 e aos que porventura até o desejaram 
(sei lá eu que imperativos terão movido um tal corte) 
a todos desejo que o sono lhes seja levezinho,
 que se é crise o que por aí se clama, 
é de zelos semelhantes que eu mais temo.





Resta-me crer que os troncos que ali ficaram rebentem em ramos novos. 
Que sejam de novo árvores frondosas e acolhedoras.
Que floresçam. 
Que as deixem crescer como merecem,
assim imploro aos deuses. 
Aos deles 
que eu, pobre de mim, não tenho deuses.




fotos de Maria de Fátima

2 comentários:

wind disse...

Que crime que fazem à Natureza e às pessoas!
Beijos

expressodalinha disse...

Estavam muito grndes? Se calhar precisavam de um corte...

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein