terça-feira, 19 de março de 2013

sem
























A gente busca o que seria pele
seria afago,
e em troca é apenas isto:
o ar que respiramos a ocupar tudo.

Ter sido para sempre
e nunca termos dito
nunca ter sido como desejamos
um e outro.

A gente tateia e é só infinito
e nem um espaço que tivesse ficado
vácuo de teres aí existido.






2 comentários:

wind disse...

Belíssimo e a foto está um espetáculo!
Beijos

REJO MARPA disse...

Muito profundo...digno de refexão!

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein