quarta-feira, 10 de outubro de 2012

entre chaves

eu fui ao correio que fica ali abaixo, uma peça de enfeite aqui no bairro onde o carteiro deixa a nossa correspondência
fui aproveitando em ir à cidade: deixa ver se há correio...
e nisso...
olha que engraçado!
e olha que pequenino!
e fui apertando entre as duas mãos o envelope e a espreitar os selos, coisa mais desusada nestes tempos de e-mails!
que gostoso !
e coloquei o pacotinho em cima do banco ao meu lado, que eu tinha saído a tratar de urgências
o meu mini PC, o meu Toshiba adorado, estava de morte anunciada e eu a ir ver se ainda lhe dava cobro ou adquiria um outro, decisão terrível !!
situações que me são dolorosas, essas de os materias não terem conserto!
adiante...
de tudo isto,
o pacotinho com selos coloridos ficou ali assim com ar de abandonado,
mas mal tive um intervalo que lhe dedicasse,
e juro que fiz por isso!!
abri com cuidado o papelinho com o remetente de ter vindo de S. Paulo,
e retirei de dentro, com dedos apressados, aquela preciosidade!
um niquinho de livro e no entanto com tanto nele dito!
e li-o todo, lendo alto para que me ouvisse o meu estimado esposo!
depois fotografei-o que é vício deixar em digital tudo o que é para um dia recordar!
muito obrigada Eduardo!!
mas de passagem deixe que lhe diga:
eu tinha já esquecido aquela minha confissão de madrugada, aquele meu acto de confessar pecados tão graves quanto a inveja, e disso que nem tenha percebido a sua dedicatória
mas lá estava no blog,  justificando, o que eu tinha escrito

aqui é madrugada e eu acordada
e sabe o que me dá insónia
sabe, Eduardo?
pois eu lhe dou em segredo:
o que deixa assim sem sonhos pela noite dentro
é inveja deles...assim a lê-lo





um abraço Eduardo
e muito lhe agradeço

4 comentários:

Eduardo P.L disse...

Que bom que finalmente chegou. Que honra este seu post. É muito bom ver esse pequeno e despretensioso opúsculo em terras além mar. Muito obrigado pelo texto e imagens! Se ele de nada valesse, já valeu por estas suas palavras. Beijos

João Menéres disse...

Outra felizarda com direito a um desenho do AUTOR !

Também eu gostei muito do teu relato sobre a recepção do precioso ENTRE CHAVES !

Um beijo, Fátima.

wind disse...

Bonito de ler:)
Beijos

Mena G disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein