terça-feira, 29 de maio de 2012

entre linhas

 

assim um ficar ali a ver de longe
a ver o todo e a ver pormenores
a imaginar o como de ter sido feito
aqueles pelos/linhas nos sovacos delas
e nos cabelos e nos sexos
e os riscos que teriam sido antes do bordado
agulha e linha e mãos
trabalho feminino
que nisso de usar o dedal e a agulha é delas o princípio
transparentes aqueles panos a deixar saber
que muito mais que apenas cada uma
era todo um mundo que olhávamos
e sóis e galáxias
rendas
elas a desfazerem-se em luz e ainda assim tão intensas
tão gente, tão almas, tão mulheres

1 comentário:

wind disse...

Excelente este passar de sentires.
Beijos

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein