quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

tic-tic

ORA CLIQUE E OIÇA o texto lido pelas vozes do Marco e da Tukka num doce sotaque



Mal chegue o fim do dia que não se resolve em início de noite, será o tic-tic dos sapatos no empedrado dos passeios e das gares, abrindo corredores por entre corpos: uma penugem branca, muito antiga, muito velha e rala, na cabeça rosada de uma ocasional senhora; um odor a sabonete, um bafo azedo, o cheiro acre de um camisolão vermelho com dizeres e duas riscas em amarelo e roxo.
E será o tic-tic à saída do metro: o casacão displicente a cobrir-lhe o vestido. Fará um frio intenso. Não ali, onde ainda está sentada à secretária numa tarde que nunca mais se desfaz em princípio de noite.
E será o tic-tic dos saltos a levá-la. A levar as luvas e a carteira e a pasta de cabedal a afagar a perna a cada passo.
O tic- tic subirá os dois degraus e ficará escutando o soar da chave – o cantar do metal rodando duas vezes. E soarão silêncios. Sons abafados a deslizarem em tijoleira e em soalho. Harmonias dos seus pés descalços. E haverá o som de uma guitarra: um tom acima da água do duche, muitos tons a crescer sobre o estalar da lenha a arder na salamandra. Nem se fará ouvir o ferventar da água para um café, que chiará no lume.
No final daquele dia que esventrou a tarde e renasceu em noite, Violante há-de sorver lentamente a bebida quente: um copo de café que ela ergue gritando ao dia que nascerá desta noite:
- Feliz Ano Novo!





reescrita de um texto já publicado AQUI 

6 comentários:

expressodalinha disse...

GRANDE ANO POR AÍ, SÃO OS MEUS VOTOS. BEIJOS.

Benó disse...

Para a Violante um dia melhor que a noite, para ti um Ano de 2010 cheio de graças e bem aventuranças.

Mateso disse...

Um feliz Ano Novo cheio de tudo aquilo que uma mão pode ter.
Paz, Amor, Compreensão e mil Sorrisos de alma.
Beijo

wind disse...

Escritora, que tenhas um óptimo 2010:)
Beijos

valvesta disse...

FELIZ ANO NOVO COM TUDO NOVO.POIS ERGUI UM COPO COM VINHO,OLHANDO A TELA DO COMPUTADOR QUE ESTAMPAVA A FOTO DO AMADO,BRINDEI: A AUSENCIA MAIS PRESENTE QUE VIVI.BRINDEI AO AMOR QUE DOIA.
MAS TB BRINDEI A ESPERANÇA QUE CHEGAVA COM A AURORA JÁ TARDIA DE MINHA VIDA,ME APEGUEI AO AMOR,ESTE SIM,POR ELE VALE VIVER. DO PASSADO POIS DEIXOU LEMBRAÇAS,AO PRESENTE,ESSE NOS AQUECE;E AO FUTURO,POIS DIAS MELHORES VIRAM.FELICIDADES ,BEIJÃO .

Quase Blog da Li disse...

"num doce sotaque"
Um doce ano novo pra você com um doce sotoque.
beijo

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein