segunda-feira, 18 de dezembro de 2006

Natal

13 comentários:

augustoM disse...

Seila, um Feliz Natal e um fantástico Ano Novo.
Um abraço. Augusto

wind disse...

Obrigada Escritora:))))
Um Bom Natal também para ti e para os teus:-)
beijocas*

Amaral disse...

No Natal, naquele Natal que desejaríamos pudesse ser sempre de todos e para todos, vai daqui um abraço de alegria com todas as grandes coisas que a Vida tem para te oferecer!...

Anónimo disse...

UM SANTO NATAL E QUE 2007 SEJA DE FACTO UM "ANO ÍMPAR"... :-)

BlueShell disse...

[A quantos me têm lido e comentado
Desejo um Natal pleno de cor
E que em 2007
Cada despertar
Possa ser um hino
De exaltação à VIDA e ao AMOR!]

...

BLUE SHELL

Amaral disse...

Que nesta quadra, especial para muitos, a Luz da esperança e da compreensão faça de nós pessoas mais conscientes e amantes da Vida!
Feliz Natal!

agua_quente disse...

Feliz Natal e um óptimo ano de 2007.
Beijos

Anónimo disse...

Um Feliz Natal cheiinho de coisas boas, de Paz e de Alegria! Um Abraço Amigo **

pedro alex disse...

Tenho-te sempre lido. No fim chego sempre à conclusão que deveriam existir Blogs em que os comentários deveriam ser proíbidos.
Sei lá... umas vezes a comunicação é importante, outras não.
Um grd Abraço pra ti Seila e... Bom Natal:)

SaltaPocinhas disse...

FELIZ NATAL e um 2007 FABULOSO!

Menina_marota disse...

O Natal passou... mas continua no meu coração... que ele tenha sido Feliz para ti...

Vim desejar-te umas Boas Festas e que a entrada de 2007 seja com o pé direito para que os sonhos que acalentas no teu coração se possam concretizar.


Um abraço carinhoso e BOM 2007
;)

Maria Alfacinha disse...

Gosto tanto de ti :-)

sotavento disse...

Ê também gosto de ti!... :)

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein