sexta-feira, 8 de setembro de 2006

Que saudades! que grande saudade!

por esses mistérios desta informática, fui dar com isto e não resisto a deixar aqui com o meu OBRIGADA a TI minha querida!!! muitos, muitos beijinhos!!
A Prova
por SeiLá
Ela pensava, enquanto o mergulhava no lago verde dos seus olhos que desvendara por saber isso mesmo...
"Porque olhaste as minhas mãos num olhar de menino encabulado.Porque amaciaste aquela protuberância definida nos limiares de um tempo em que entraçava o aloirado cabelo e o bibe branco se excedia de cores.Porque me fizeste naquele olhar, ficar, menina, abanando os pés por debaixo da carteira, enquanto a caneta de aparo corria sobre a folha de linhas airosamente debruada de uma dobra certa, mensurada ao milímetro, acariciada pela ponta do cotovelo, o meu, de menina numa caligrafia de prova. "A Prova".Porque me fizeste saborear aqueles odores que julgava esquecidos de tinta, de borracha , madeira, giz...ardósia...a ardósia sulcada de naturais estrias - um cheiro especial que me inunda, aqui, olhada, embevecendo-me deles em ti (não sentes?!)Porque aqui estou saboreada de sabores que o teu olhar na minha mão recriou dos prados ainda e sempre virgens da memória.Porque soubeste (mesmo se não te soubeste sabido) olhar a alma de mim no olhar de uma mão, de um dedo, de uma calosidade e trazer-me dela os meus eus que em mim vivem aninhados e apetecidos.Por apenas estes porques...não vires aquela esquina sem voltar a cabeça e deixar lá dependurado o teu sorriso.A minha alma, essa, vai contigo mesmo quando te entreteceres a olhar outras mãos.Eu fico com o teu sorriso e com a minha alma em mais um recanto do Universo!(Agora, vou contar-te uma história...até pode ser a da menina que fazia a Prova...e como tu já sabes, canto-ta como se fosse a primeira vez e portanto é a tua história e nem perceberás que é de mim...ou talvez percebas...gostava que percebesses e que entendesses que te estou contando tudo... ficaria com mais um bocadinho daquele sorriso...)”



3 comentários:

inconformada disse...

Hum... já li este texto em qualquer lado :-)
Para ti, um beijo cheio de saudades

legivel disse...

Também li este texto uma vez... embora não tenha participado no "That Old Devil". Um tempo que ficou para trás, na voragem do tempo.
Do tempo da Inconformada e da Urtiguita Benenosa dois nick-names com quem dialogava com muito gosto e que deixaram (digo eu... ) o virtual.

wind disse...

E sorri, Escritora:)
beijos

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein