quarta-feira, 23 de novembro de 2005

nostalgias

Deu-me uma nostalgia, hoje...
Um voltar ao passado sem jeito nem sentido.

A geleia da cor de sangue em frascos transparentes.
A marmelada a secar ao sol em caixas de madeira.
O pão com banha e os figos torrados.
Os barcos a chegarem cobertos de gaivotas.
Os homens a gritarem seu pedaço na lota.
A senhora Maria que vendia pevides.
Os grãos salteando torrados em areia.
E os gatos?!
E a escola?!
E as rodas ?!
E a corda?!
E o arco...e o pião?!
E as poças de chuva?!

E a mãe a chamar: “........nhaaaaaaaaaaaaaaaaaa”

E a máquina de coser da minha mãe...
....
Isso fica para outro dia.
Um dia em que me aconteça outra nostalgia
Um dia em que fique pensando...pensando...
Num voltar ao passado sem jeito nem sentido.

13 comentários:

Gary Freedman disse...

Greetings from the USA.

wind disse...

As nostalgias podem ser escritas como tu as escreves, que para quem lê é sempre bonito e real:) beijos

gato_escaldado disse...

nostálgico. passei-me pelo teu "telhado". e deixei beijos. para ti.

MRF disse...

que viagem doce! e esta foto a contar o tempo...

agua_quente disse...

Fizeste soltar-se em mim uma nostalgia... O jogo do mata, os passeios pelos montes, os cães, uma quinta grande onde as uvas amadureciam ao sol quente... :))
Beijos

lique disse...

Dá-nos de vez em quando, não é? Esses tempos não voltam mas são tesouros guardados na memória.
Beijão

AmigaTeatro disse...

nostalgia... palavra perfeita para o dia de hoje!

...

;)*

sotavento disse...

...

:)

octopus disse...

nostalgias...

as pastilhas gorila...

ai as pastilhas gorila...

Eremita Baptista disse...

há momentos em que a saudade e a saudade batem mais forte....bjs

António disse...

Quero voltar
ao ponto de partida,
da viagem voluntária
orfã da realidade
forçou-me a memória
do desejo único

Quero voltar
para me ver chegar
ei-de ter horas sem fim
ei-de ter forças
chegar,
e então sim

5 Pontas disse...

Fraternos abraços 5x, com o olhar sempre virado para o futuro.
Nostalgia, só por vezes, a ver o filme do mesmo nome de Andrei Tarkovsky.
:)

Friedrich disse...

A nostalgia serve para nos recordar que muita coisa passou por nós e que nos marcou significativamente para olhar o futuro com o presente que temos nas mãos, no corpo, no olhar sorridente da esperança. É a marca do passado que faz com que a gente se lembre que amanhã é futuro…

Bom feriado, um beijo presente!

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein