quinta-feira, 25 de agosto de 2005

cidade grande

regresso do mesmo modo discreto como parti. partir e regressar um contínuo. como se no partir do início de um livro se tratasse. como se no regressar fosse o fechar suave de cada capa sobre as folhas no final da leitura e aquele sentir de frescura de um "algo" que fica no cá de dentro da gente...

regresso da cidade grande
abismada de beleza e gente

apalpei-lhe duas ou três ruas
descansei nuns bancos, nuns degraus
apanhei-lhe o sol, mas não o jeito
senti-lhe o cheiro
mas não o do amanhecer ao sair do leito

cidade de curvas onduladas como tantas
esta como todas é diferente
linda
prefiro sempre a tua rival
a cidade pequenina
prefiro sempre, ai de mim,
a minha



15 comentários:

paper life disse...

Belo regresso, no global!

:)

Yardbird disse...

Estava a ver que as férias eram prolongadas. :-)
Gosto de partidas, sabes? Só por antecipar o prazer do regresso.

sotavento disse...

Com que então andaste a "apalpar as curvas", hein?!...
E a foto é tua?!... É bem curvadinha!... ;)

Aran disse...

Uahu! Gaudi!!! :) Adorei o poema e a imagem!!! Beijinhos

wind disse...

Bonito poema, e bela imagem:) beijos

Menina_marota disse...

Um belo regresso!
A imagem e o poema são soberbas!
Um abraço e bom fim de semana :)

OrCa disse...

GAUDIo de te ver e das saudades que eu já tinha da minha alegre casinha, contra os casões da cidade... Mas que enlevo de poema, quase assim coisa pequena, tão difícil de se achar. Mas logo se faz novelo e fica assim um desvelo se nele alguém se enlear...

Beijos.

Cecília disse...

Barcelona? Parque Guel? Será?
Sortuda!!!
Beijinhos.

paper life disse...

pois é... falar pode por uns tempos adiar a escrita, não é tão urgente. mas não a substitui.

bom poema que sinto como se o assinasse. não há cidade grande que se compare à minha.

tal como "o rio da minha aldeia"...

:)

Bj

Anónimo disse...

Achas que me esqueci de ti????ehheh.... E logo de ti!! Só ontem é que me dediquei mais a fundo ao novo blog!! Estive a dar-lhe uma imagem mais bonitinha do que aquela que o sapo nos disponibiliza e já no final (madrugada) resolvi começar a visitar os amigos blogueiros, comecei pelo Ognid e pela Lique, agora tu e mais logo (talvez) pelos outros todos...ah tambem visitei ontem o finurias ehhehe ... mas claro que agora vais apnhar comigo practicamente em todos os teus posts.....
Armando - http://portocontraaparede.blogs.sapo.pt/

Pilantra disse...

Barcelona e Gaudi, claro! Não sei se se pode dizer alto, mas eu não gosto de Madrid tanto quanto o que gosto de Barcelona. Serei sulista? Por certo, mas gosto de A Coruña bem lá no pico da Galiza! Será o mar? Por certo, mas amo Paris como nenhuma outra cidade, embora não tenha mar. Será o quê? «Sei lá!». A gente gosta e pronto. Quando se começa a explicar, a gente já não gosta.

lique disse...

Sortuda, viagem a Barcelona! E depois diz que gosta mais da cidade pequena. Ai, ai... Beijão, mulher, que já tinha saudades tuas.

in_finito disse...

E voltaste da cidade grande para a tua. Felizmente para nós.

Friedrich disse...

Creio ser uma foto da Casa Milá, de António Gaudi. Barcelona e a minha cidade de eleição, sempre que posso estou lá. E chegaste muito bem com a beleza das palavras do regresso, é bom ir, mas sabe bem voltar...

Beijos

mfc disse...

Belo poema... também como eu gostas da cidade pequena, aquela em que os cumprimentos são efusivos e em que toda a gente se conhece.

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein