quarta-feira, 25 de maio de 2005

replicação

Passado um ano… escritos que ainda dizem muito… que ainda dizem tudo…



instante

A tarde está terminando o dia
rumores de memórias acodem-me
perturbantes
viscosas
caprichosas
jogam comigo um jogo de escondidas
vão e vêm
aninham-se
descobrem-se
nunca de todo se mostram
e sei que estão ali
sinto o roçagar
a marca ténue
Concentro-me na quase sombra que deixaram
e noutra
e em outra ainda.
Fecho os olhos para ver melhor
Que nada!
Fugiram outra vez sem que eu perceba.
Fugiram sem que as perceba.
Memórias a brincar assim
parece de endoidado!
Não é!
Apenas de quem fica,
de repente,
sem querer,
com fome de explicar o presente,
a brincar com o passado.


adapatado do publicado em 1 de Julho de 2004

continua ali o texto invisível

9 comentários:

O Micróbio disse...

Continuas nos festejos do 1º ano... e deste início a uma fase II. E este, vai continuar ou só vais dar continuidade ao II?

ognid disse...

e agora estou aqui :) recordações tramadas. beijos

R/B Estação disse...

Recordar é viver... (não me canso de dizer isto)
Bom Feriado!
Bj.

Amaral disse...

Acho que terminaste dizendo tudo o que poderia não estar dito atrás.
"A fome de explicar o presente" presume uma entrega total a esse presente e isso é fundamental.
"A brincar com o passado" pressupõe que esse passado não te provoca dor nem nostalgia doentia. E isso é muito positivo.

wind disse...

Lindo. As recordações são terríveis:) beijos

agua_quente disse...

Um beijo de parabéns pelo aniversário. As memórias...perseguem-nos, por vezes.
Beijos mais e muitos pela certeza de que vais continuar aqui a encantar-nos.

Rah disse...

engraçado como às vezes algo que julgamos do passado se revela mais atual que qualquer coisa... às vezes somos nós que amadurecemos e aquele pensamento antes verde e desajeitado, agora está pronto para vir à tona.. beijos querida! Rah

bertus disse...

..."a tarde já terminou este dia" e a noite acabará por "lhe dar o golpe fatal".
Hoje, também há muito que deixei de mergulhar e exibir os meus dotes de "nadador completo" sempre com o Horácio (o nadador-salvador desta praia virtual) a morder-me os calcanhares e a segredar-me «Olhe que ando de olho em si; se o vejo afastar-se para fora de pé, expulso-o da praia!!».
Amanhã (se o tempo o permitir) tentarei mais umas habilidades...).
Intés!!

BlueShell disse...

E tanta coisa aconteceu entretanto...

Um enorme e carinhoso mimo
BShell

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein