segunda-feira, 10 de janeiro de 2005

hoje fizeste anos Mãe



Tantos anos minha mãe!
Ai tantas Primaveras
Tantos Invernos e Verões!
Tantas tantas quimeras
Tantas desilusões!
Tantos dias labutando
Tantas noites de aflição!
Sempre sempre trabalhando
Para os filhos terem pão!
Tantos Invernos tão frios!
E Verões tão escaldantes!

Ai minha mãe tantos anos
De alegrias e ternuras
Misturando desenganos!

Quando tive entendimento
Comecei a conhecer-te!

Oh! minha mãe, minha mãe!
Como posso eu esquecer-te?!



Escrito pela minha mãe em 2/7/89


16 comentários:

Poemas de amor e dor disse...

Para tua mãe muita luz, muitos anos de felicidade contigo perto. EU ainda tenho mãe. Sei a felicidade de a ter. Ainda farei a justa homenagem a minha mãe, a todas as mães que são de facto mães.
Flores sempre para tua mãe! Flores sempre para a filha. Um beijo Às duas deste humilde poeta.
Rogério Simões

OrCa disse...

Chamaste-me? Por cá vim...
Encontrei um chão de rosas
Brancas, rubras, tão cheirosas
Rosas de amar
Um jardim
E tantas as flores
Mimosas, sempre-vivas, alecrim
Aos molhos enchendo os olhos
Meus
Surpresos
Que cá vim
Como sempre dei por ti
Foste quem primeiro vi
Logo ao passar o portão
Mas logo depois, porém
Por entre as flores e as rosas
Que perfumam o jardim
Havia aquela formosa
Que soube ser tua mãe
... bastou-me olhar para ti.

Beijos, com perfume a flores.

bertus disse...

...nunca nos esqueceremos das nossas mães. Beijo para ti e para ela.

ALUENA disse...

PARABÉNS a VOCÊ! No dia 11/01 quem faz aninhos ? VOCÊ!... ENTÃO MUITOS ABRAÇOS E BEIJINHOS. Dia muito feliz e muitos anos de vida com tudo de bom e a que tem direito.

Anónimo disse...

Para a mãe da minha algarvia de eleição muitos parabéns.
Todas as flores da mãe natureza a abrace numa quimera de cheiros e de alegria.
Parabéns pelo poema, gostei muito.
Parabéns, Seilá (aqui podes entender o teu nome verdadeiro, só que não o escrevo por não ter a tua autorização) por teres mãe (as minhas duas já partiram - e ainda dói...) e uma MÃE de uma sensibilidade que me comoveu.
Parabéns e não digo mais nada, senão choro!!!
Um abraço do tamanho do mundo para as duas.
José Gomes (nã esqueci! (:0))

Nia disse...

As minhas florinhas preferidas são estas! Não podiam ser mais bonitas para ofereceres à tua mãe.Quero que lhe dês um beijinho meu, mesmo não sabendo quem sou.Porque é a tua mãe, e por isso mesmo, é a ela que tenho a agradecer (?!)a bela amiga marafada que tu és!:)
Olha que hoje, SÓ HOJE, "marafada" tem aqui um sentido bom, muito bom, nina!Mas só hoje!Amanhã já estamos em "guerra" outra vez!

O Micróbio disse...

Bonitas palavras as da tua mãe... dá-lhe os meus Parabéns!

lique disse...

Amiga, embora atrasados, aqui ficam os meus parabéns para a tua mãe e um beijo muito grande para a bela obra que ela fez!!

fernanda dias disse...

Um passarinho contou-me que fazes anos!!! Só não percebi se foi ontem ou é hoje. Mas isso não interessa!! Quero que este novo ano que para ti começa te corra da melhor forma. Em tudo o que fôr importante. Que atinjas metas que te escaparam até agora. Que te sintas feliz. Que te corra tudo muito, mas muuuito bem. Esperança para cima! Gosto muito de ti, mesmo muito!

pandora disse...

parabéns linda, linda pequenina!
tenho uma flor pra ti na caixinha... e aqui tenho um grande sorriso e muitos beijos daqueles repenicados, cheios de carinho!
pandora

pandora disse...

bem, ainda falta o ano... Lagos, 11 de Janeiro, de ? às 18horas... ok?

hoje á noite ainda te descubro o ascendente... beijinhos!

ah, e os comentários estavam doidos por causa do anti-spam da simplesnet, mas já tão arranjaditos...

ognid disse...

Ah amiga, ando a chegar sempre atrasado :( mesmo assim parabéns à tua mãe. Um beijo grande para ti.

sotavento disse...

Tal filha, tal mãe!... :)
PARABÉNS ao quadrado!... :)

mfc disse...

Não te sintas triste...
É bom sentirmo-nos com a falta que nos faz aqueles de que gostamos.

estorninho disse...

Parabéns, Seilazinha!

riacho disse...

Um grande beijo a ela e a ti.
É lindo sentir o que sentimos por uma mulher assim, a nossa mãe.
Um querermo-nos ver reflectidas no seu rosto.

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein