quarta-feira, 5 de abril de 2017

numa outra Primavera

"Podem rezar latim sobre o meu caixão, se quiserem.
 Se quiserem, podem dançar e cantar à roda dele. "
 mas...
se, no início de uma outra Primavera, eu cá não estiver, estes ramos vão rebentar de igual modo, não tenho dúvidas,
apenas...
não terão neles o brilho dos meus olhos
e isso, que me perdoem os deuses que eu seja presumida e vaidosa, que eu não consiga dizer como Poeta que se houver outra Primavera sem que eu esteja, será a mesma coisa...

e será por sentires destes que nem sou crente, nem a poesia me bafeja



1 comentário:

wind disse...

Ah pois é:)
Tens toda a razão:)
Beijos

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein