sexta-feira, 11 de setembro de 2009

o urso




foi evoluindo devagar
com riscos
não riscos calculados, mas dos outros
riscos mesmo riscados
um dia e uma tarde
quentes tardes de praia e de Agosto
casulos evolando em suas mãos
o urso dela



e ia a vida decorrendo
iam-se dando casos


se a gente vir de perto
ou talvez se olhar mais afastado
pode ver um risco mais vincado
um que ficou cruzado
um que terminou ali sem ser esperado
evoluções de vida
e de morte



7 comentários:

expressodalinha disse...

Tb.eu fui acompanhando o crescimento da obra. Agora percebo a dimensão. É mesmo grande. Um trabalho que merece exposição píublica. Parabéns à Mena.

wind disse...

Gostei:)
Beijos

Mena G disse...

Deixaste-me sem palavras. Obrigada.

francisco disse...

há sempre um urso na vida de uma mulher.

;p

Maria, Simplesmente disse...

Francisco tem razão, até porque a maior parte dos "ursos" ibernam.

Os meus parabéns por ter como amiga essa Senhora com mãos de fada, e tanta sensibilidade artística.
Agora vou ver o seu Blog, mas talvez não consiga ver tudo o que quero por hoje.
Abraço
Maria

Helena Teixeira disse...

Olá,Maria!
Ai as voltas que fui dar para dar conta que o urso/a ursa era da Mena.Ai tonta que sou.Mais uma vez,parabéns pelo Urso!Se houvesse miniaturas,era algo que adorava ter lá em casa.Acho que está genial.
Jocas gordas
Lena
do blog Aldeia da Minha vida e do Clube das Mulheres Beiras

Maria Clarinda disse...

Muito bonito, menida do riso fácil!
Jinhos mil

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein