quarta-feira, 15 de dezembro de 2004

ora bem....

Ora bem! Estava eu aqui a pensar com os meus botões: por que raio ando eu sempre a fazer ilustres postes (esta do ilustres advém dos comentários ! a culpa é portanto deles! vossa! se me revejo babada naquilo que escrevo e escrevo mais!) mas estava então, falando eu com os ditos dos aqueles que apertam os casacos e outras coisas mais de roupa de vestir e, diria, que desapertar um assim ali num local certo, tem por vezes efeitos que, diria, podem ser mais colaterais dependendo, evidente, do local certo do corpo em que é colocado o botão fora da casa! E pronto isto está mesmo a ir como eu pensava, dizia, pensando com os tais...está a ir por um caminho diferente daquela sensaboria de escrever contos que saem sei lá de onde e são sempre tragédias, e mais tristezas e pesos de alma. Ora eu cá até me tenho por uma mecinha com uma pontinha jeitosa de ironia e muita, alguma gracinha (quer dizer...na tenho piada nenhuma ...mas rio-me muito e à minha volta fica, quase sempre, todo o mundo a rir!) Entonces...porque raio saem todos os dias aqui uns postes que são uma coisa assim que, vinda sei lá de onde, dá da minha virtual pessoa a imagem de uma gaja sensaborona, triste, ca alma apanhada por uma qualquer virose de tristeza ou coisa parecida?! Nem eu entendo!! Quer dizer...na acreditem que eu percebo, sim, e muito bem , mas que querem, hoje, deu-me para colocar-me aqui escarrapachada como eu sou assim meio marada e dichotando sem tino nenhum! Acabei?! Que jeite?! A coisa inda vai no mêo ou menos...sei lá... Hoje acordei a ler um artigo que o jornal na digue qual que eles, taditos, são assim todos a modes que muita parecidos e tamém na tou pra entar nessa de publicidade que bem me chega ter a caixa do corrêo chêa dessas coisas cheias de cores que apresentam de uma ponta à outra bacalhau e flores e cadeiras e camisolas e chóriços e percima vem uns números sempre de tamanho grande e a cores e eu amando aquilo tudo pra forrar o cêste do lixe que dá pra isso muito jeite. Mas...olha deve ser aquilo que aqueles que me conhecem bem, costumam dizer: ela perdesse...faz uma data de parênteses e depois na sabe o que ia dezer! Pois...dizia a prima do outro... assim estava eu lendo o tal artigo... ah! esquecia-me de dizer que além dos tais papéis, agora aparecem no telefone umas vozes a dizer pra mim ir a um jantar assim lá num hotel e um dia é fui e levei o mé home queles , os moços que me telefonaram, disseram quéra preciso levar o marido se não na mofereciam o jantar, assim é cá fui e... Depois conto cagora estava a contar que lia o tal artigo no jornal! Ai! Carago! Esquecia-me ! tenho quir ao banco e deve tar a fechar! Té logo! Eu depois conto! Um abraço que agora...Ai! já me esquecia, inda vou dizer uma num instante sobre essa coisa de publicidade! é cá goste é cande aparecem a bater aqui na porta uns rapazites muita loucos! percebem?! buéda giraços! Coitados! andam a ganhar uns cruzados! euros é?!pois! São capazes de ser meus netos, mas são tão fofos que é percasa disse que é face sempre os inquéritos todes e inda lhes précuro se ganham bem e coisas assim ou se andam a ganhar pró curse e ... eles contam-me assim a vida toda ou quase...é ache...e é tenhe pachorra...mete assim cunbersa e ele gostam... vê-se nas caritas...às vezes são umas mecitas ...um dia tava um raio dum calor caté escaldava e é disse quentrasse e dei-lhe um cope dágua fresquinha... coitadas das gentes estas que na tem mais empregue e anda a fazer o que pode... o raio da publicidade é outra coisa qué digue sempre a quem me telefona que deixe que na quere ir (sim depois daquela em que levei o mé maride e me queriam impigir um colchão que andava de baixo para cima sem a gente mexer coisa nenhuma do nosso corpe...é nunca mais fui a outra! caí né?!) mas sou muito simpática qué cá percebe queles estão a fazer aquilo qué o sé empregue e lhes mandam assim... Pior é esta seca da TV quentra pela casa dentre! ( mas há anúncios que são arte!!! é adore!! É uma contradição, mas se calhar até não!!! Sei lá...tamém na tou aqui pra convencer minguém! ) Pois...o pior ainda são esses Spames quinda na percebi bem o que é...

Ah! agora, desculpem lá, tenho méme quir! Té outra ócasião!

18 comentários:

rajodoas disse...

Amiga Seila, confesso que achei muito interessante este
pensamento em forma de divagação, parecendo querer dizer qualquer coisa que afinal disse mas não era nada disso que queria dizer. Sabe estas coisas pegam-se. Com um abraço do Raul

Yardbird disse...

Eu bem te disse que isso se pegava LOL!!! E olha que eu já estou vacinado, não me vicio nessa coisa da escrita emburricada.
Beijocas.

P.S.- Já arranjaste a Unchained Melody? Eu mandei-ta, mas foi de uma caixa de correio que acho que não funciona :-(

BlueShell disse...

Olha...este texto também dá gosto a gente ler, sabias? Ri-me à brava. Sim, gostei.
E agradeço as tuas simpáticas palavras deixadas lá no meu cantinho. Obrigada, amiga! tudo de bom, Jinhos, BShell

sotavento disse...

'Tás mesmo pior!... lol

Anónimo disse...

Eu até comentava... gosto muito da maneira como escrevas (parece que já me estou a repetir...), mas esta coisa de escrever em "anónimo" e a seguir ter que escrever o meu nome... não tens uma maneira mais prática de escrever os comentários sem ter que escrever o meu nome? A Wind resolveu o problema. Amanhã a gente vê-se ... nas ondas perdidas da net. José Gomes.

lique disse...

Ora bem... tu tás boa do cabeço, mulher?? Ou assim um becadito melhor, que boa nunca foste? Iste de falar e na dezer nada é uma arte, ou lá o que é... mas gostê, gostê, continua.... :)) BÊJOS

MWoman disse...

Ah algarvia duma figa, agora é que me lixaste...li...li...e depois vais-te embora, assim sem mais, ora uma destas!

wind disse...

gargalhadas, está delicioso o que escreveste, chorei a rir. Não te livras de eu gostar de te ler, escrevas o que escreveres.lol Mas afinal o que vinha no jornal? ehehehehh. Beijos***

mfc disse...

A lufa lufa diária contada alegre e despreocupadamente, não sendo diferente da dos outros, é-o a medida em que é narrada de forma inteligente.

M.C. disse...

EU NÃO TE TENHO COMENTADO QUE O TEMPO NÃO ME SOBRA E SO POSSO COMENTAR UNS QUANTOS (POUCAXINHOS) DE CADA VEZ, MAS TENHO-TE LIDO TODOS OS DIAS. AH POIS! E HOJE QUE TE DEIXEI PARA ULTIMO ANTES DE IR PARA A MINHA AMADA CAMINHA QUE QUASE NÃO ME VÊ, POIS SE QUASE NEM ME DEITO, MEU DEUS NÃO SEI COMO AINDA ANDO EM PÉ A TRABALHAR TANTAS HORAS POR DIA, SÓ ME QUEIXO VALHAM.-ME TODOS OS ANJOS. FARTEI-ME DE RIR FOI O QUE FOI! FIZESTE-ME LEMBRAR UM TIO MEU QUE MORA AI EM LAGOA E QUE É ASSIM COMO TU A FALAR. QUANTO AO QUE SE LÊ NA BLOGOSFERA, NEM TUDO O QUE PARECE É MAS AS VEZES ATÉ É ..E ...OU RAIOS ESTOU A ESCREVER TUDO A MAIUSCULA!!AI AGORA TAMBEM NÃO VOU EMENDAR. VOU PARA A CAMA É O QUE É! BEIJINHOS. P.S-A ESTA HORA JÁ DEVES TER IDO FAZER O QUE TINHAS PARA FAZER! AI E DESCULPA LÁ AS MAIUSCULAS! MAS OS MEUS DEDITOS JÁ ANDAM FARTOS DE ESCREVER E TECLAR UM DIA INTEIRO.

Sofia disse...

Este foi o primeiro que li (post diga-se) (e teu, diga-se também) (se bem que não é diga-se, é mais escreva-se) (adiante) e não vislumbrei nenhuma "gaja sensaborona, triste, ca alma apanhada por uma virose de tristeza" ... será segura ir ler os outros :-)

fernanda dias disse...

Tendo em contra que és de uma safra (19...) BRILHANTE, nada me espanta a partir daqui.Este texto (deixa lá chamar post senão levo uma de iletrada netiana) mostra uma faceta (que tenho)a que chamo "destrambelhada", mas que é do melhor que se pode ler vindo do teu talento. Ri-me imenso com a cena dos mecinhos e mecinhas que nos aparecem à porta com inqueritos de intuito de venda de tudo aquilo que não queremos. Não me fico pelo copito de água, mando-os entrar e sentar e cavaqueamos um bocado, até sai cafezinho e tudo, enquanto me arrepio a pensar se um dia verei os meus filhos naquela vida! Prepara-te para me puxar as orelhas, aquela das homonimas já nã malembro, e o pior é que perguntei aos meus filhos e a resposta não foi famosa. Antonimas sabiam, o resto é paisagem.. Vou ver no dicionário e se adivinhar, mando-te mail. Para onde já agora? Beijo

O Micróbio disse...

Agora vais ter de tirar o pessoal da ignorância... já sabes o que são spames, ou não? :-)

ognid disse...

Ah algarvia marafada cum gajo quase se mija todo a rir ao ler-te :) tu és capaz de escrever bem em todos os géneros. tens muite jeite pra estas cosas da escrita, deb. bejos muitos.

inconformada disse...

E se alguém duvidar que tens uma pontinha jeitosa de ironia, que te ris muito e que à tua volta fica, quase sempre, todo o mundo a rir, manda-os ter comigo... Eu testemunho e provo e tudo !!! :-)

bertus disse...

...mas tu andas a ver se me dás cabo da mona?! Atão choras baba e ranho que não vim comentar-te e depois começas uma história(?!) e não a acabas que me fazes vir aqui ao engano eu cheio de trabalho que tenho de ir ao super comprar mantimentos pró fim de semana que a gente não passa sem comer e se chego lá tarde aquilo são umas filas na caixa que eu começo logo a dizer que a brigada do reumático assentou arraiais no modelo continente que parece assim a modos que uma grande superficie onde cabem todos os que têm dinheiro para gastar e outros que vão apenas ver esses mas que grande circo que isto é e a fila à minha espera e tu que não acabas o raio do post até parece que fazes serão ah! porque também tens de sair? atão olha vamos os dois que nos encontramos ao pé da farmácia moderna e até podemos beber um café e comer um bolo e pôr a escrita em dia mas agora vê lá se não te demoras que se há coisa que eu não gosto é de esperar mesmo que seja por uma senhora e olha que vou já sair tás a ouvir?!.
Intés!!

pipetobacco disse...

{ ...

[imaginação]
sinto-a como fantasia e devaneio
superstição e coisa imaginada
como faculdade de criar ou
representar o ausente;
sinto-a como conhecer e criar
olhar de um pensamento imaginário
sinto-a que nasce e não se aprende
apreensão
© exactu

beijos*

... }

M.P. disse...

Feliz Natal! Que seja passado com muito Alegria junto aos que te são mais queridos! :)**

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein