sexta-feira, 26 de novembro de 2004

contradição?!!!

    porque será que pode num nadica de nada a gente ficar assim despedaçada?
    porquê este estar feliz pela manhã e de repente sem que sequer mude esse sentir de se estar por outro tão contente, se escorre de frio, uma termura, um mal estar dorido como se todo o Universo se concentrasse todo frio e quente e a evoluir num turbilhão dolente, deixando lágrimas a correr por fora e um mar de lava entupindo dentro? o que será afinal estar contente? nao é tristeza, nem dor...é isso tudo e uma vontade moribunda a rodar aqui dentro...é o corpo a pedir descanso e é a alma a soluçar por nós...a rogar-nos que por favor a cuidem que ela não aguente mais o que somos nós! e que fazer de mim se sinto que não lhe sei dar mais e que inda por cima lhe minto nesta insistente permenência de rir e rir quando estou a carpir?! e, no entanto, afirmo, eu estou feliz por outra muita gente! eu não vos minto quando afirmo que hoje estou de facto feliz, contente!!mas...talvez ande dividida em duas...talvez esteja há muito feita em cacos e ande de gatas a colá-los e de repente é aquele...aquele pequininino...o que se perdeu de mim e faz toda a diferença entre o ser todo, mesmo colado, e aquele buraquinho, uma fissura que dá, em alturas devidas, toda a forma ao vaso! será?! o que sei é que há por aqui muita racha que faz que o vaso de que me comparo de ser, fique sem jeito ou graça apenas porque alguma coisa se perdeu e eu...eu não sei achar!

16 comentários:

wind disse...

Olha não sei que escrever. Li e suei. Em respeito e em silêncio te deixo e vou reler. beijos***

ognid disse...

Acho que isso acontece com todos. Começamos bem e acabamos mal ou vice-versa. Todos temos essas pequenas rachas de que falas :) beijo amiga.

inconformada disse...

Colinho... é a unica forma de encontrarmos esse pedacinho que "perdeste"; não explica nada mas resolve tudo :-)
Beijo enorme linda !

almaro disse...

Mas não precisas de achar, se perdeste esse pedaço, já não te pertence. Agora o teu Eu, é esse que ficou assim. Mas tens semente. Rega-a e verás que outro pedaço, tenha ou não forma de vazo, trás novas cores, novos sentires. Pode ser que seja sorriso. Não te esqueças é de regar, não vá esse pedaço, ir outra vez, sozinho, navegar…

osimachina disse...

gostei e reli!
acho k escreves mto bem!

pipetobacco disse...

{ ...

falas daqueles vasos [tesouros] partidos e gastos [valiosos] em ouro [de alma pura] desejados e achados [ que perdura [que só se encontram] ] em objectos preciosos [como TU]
© exactu

beijos*de*bom*fds

... }

SaltaPocinhas disse...

Não deve haver ninguém que, nas peripécias da vida,não tenha perdido um ou outro pedacinho... O que é preciso é (re)aprender a ser feliz com o que temos, mais racha menos racha ;) Bom fds

lique disse...

Pois é, querida, não há dias perfeitos! Sabes que li as tuas palavras e pensei: eu não escreveria assim (nem táo bem, de certeza) mas é isto exactamente. De repente algo, uma palavra, uma atitude abre uma brecha mesmo que pequena num dia em que nos sentimos felizes. E lá vêm as lágrimas e o mar de lava! E só mesmo colinho (ou seja, uma dose imensa de ternura) nos pode tirar essa sensação. A Inconformada é uma mulher que sabe o que diz... Só te posso deixar o meu abraço e a certeza de que te entendo muito bem.

Tim Bora disse...

Dividida em duas partes, vira-te para essa feliz porque é essa que te vai ajudar a juntar os cacos e, por fim, acabar com a divisão. "Da luta dos contrários nasce a mais bela harmonia". Finalmente una e indivisivel, feliz, espero.

pandora disse...

ai, esse optimismo onde anda?
bem, eu posso dar-te um miminho se me disseres em que dia exactamente fazes anos ;)
deixa-me essa informação na caixinha ok? assim ganhas uma prendinha e eu ganho um sorriso teu, certo? beijo grande.
pandora

whiteball disse...

Compreendo perfeitamente. Sei do que falas, sei bem demsãis!
Sei que tenho andado “fugida”: muito trabalho e algumas preocupações de ordem familiar. Abraço, WBe BS

Anónimo disse...

Gostei muito do texto, e igualmente a foto acompanha muito bem o sentido das palavras. Beijinho e Bom Domingo*

sonia disse...

Muito obrigada pelos parabéns e pela chamada de atenção ao meu aniversário. um beijinho grande

Anónimo disse...

É verdade!... Basta apenas um momento para se ganhar ou perder uma vida! Boa semana ** M.P.

antonio disse...

Viva!
Só para saudar esta casa e agradecer apoio(s).


Um abração do
Zecatelhado

M.C. disse...

tenho perdido tantos pedaçinhos...tantos tantos! Mas eu continuo cá! E tu por muitos pedaços que percas...a essencia está ai!Há que reconstruir. Que fazer renascer o pedaço perdido...Um beijo grande que este mês de Dezembro não me da tempo quase para respirar

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein