domingo, 3 de outubro de 2004

Retribuindo...

Olá linda, menina Inconformada!

A Seila pediu-me pra lhagradecer, a publicação do texto dela no seu bi logo...
Tá vendo? Pois... eu bi logo que a menina bia!
Tá então feito o agradecimento!

Aproveito, eu agora, a vaquita, para dizer reconhecida e de minha voz "muuuuu", tal como a menina gosta!
Porquê?! Ora, não seja tímida!
Eu sei que a menina tem um fraquinho pela minha gente!

Mais..uma paixão que a menina diz ser bem conhecida!
Afirma, mesmo, que “cada vez que alguém vê uma vaca lembra-se de...” si.
E, disse a Seilá, que a paixão é tal que já viajou “da Dinamarca para Lisboa com uma ao colo “.
Ora isto deixou-me desvanecida!
Conte, de hoje em diante, com mais esta vaca às suas ordens olhando-a dia a dia com “olhos imensos e pestanudos” neste meu jeito “pesadão e maciço”!

Gosto da menina e pronto!

(Texto livremente inspirado num documento encontrado num manuscrito da ERA SAPO e datado de julho.07.2004 )

12 comentários:

lique disse...

E prontosss... A vaquinha gosta da Inconformada, a Inconformada gosta de vaquinhas, eu gosto da Seilá e da Inconformada e de vaquinhas... bem se não estiverem muito perto! (desculpe lá...)

Tim Bora disse...

Simpática, esta vaquita. Espero que não seja vítima do embargo e possa viajar livremente por essa Europa fora com essa outra que veio da Holanda. A propósito, já não há vacas loucas, pois não?

Anónimo disse...

Gostei da vaquinha e gosto de vocês:-) beijos* wind

ognid disse...

Impagáveis, tu, a Inconformada e a vaca :)) sabes que cá por casa também há alguém que adora vaquinhas, de tal maneira que há até umas fotografias comprometedoras tiradas nos Açores... LOL, bjs

inconformada disse...

Eu sabia que nada nais seria igual a partir do momento em que eu confessasse este meu "gosto de vacas".
Não sei é como é que vai ficar a minha reputação quando eu disser que houve uma que me escreveu...
:-))))))))
(beijo)

Seila disse...

eu deixo queimar a janta...mas não resisto a dizer que estou perdida de rir ahahahahah Beijões

rajodoas disse...

Uma vaca é sempre útil, sobretudo se fôr leiteira e se
a média diária da ordenha fôr na ordem dos 30 lts. Efectivamente os Açores é um excelente parque agro-pecuário onde proliferam muitas vaquinhas leiteiras as quais proporcionam aos seus proprietários excedentes das suas cotas. Vão se safando produzindo o queijo. Hoje as vaquinhas dos Açores tiveram também a companhia do professor Marcelo que foi apoiar a candidatura do seu correligionário à liderança do governo regional e cuja alocução foi pouco feliz.

antonio disse...

Aqui o Zecatelhado também nutre uma estima especial por esse tipo de animal. Em tempos passados - conforme podem comprovar - havia uma Cornélia que dava entrevistas semanais ao Tadechuva, mas acabou o contrato e foi substituída pelo Mestre Sapateiro.

Beijinhos - muitos - para esta boa gente

Um abração do
Zecatelhado

Anónimo disse...

Ah pois é! A amizade é linda! :)
http://sunshine.blogs.sapo.pt
http://pequenitos.blogs.sapo.pt

Seila disse...

A vocês (poucos mas bons!rss) que não tive tempo de dar uma palavra no seu canto ou enviar um mail, aqui e ali na "Escrevoapenas", o meu muito obrigada com um milhão de beijinhos!

Orelhas Quentes disse...

Só posso dizer uma coisa...

Estou morto de riso! O que é compicado, visto estar no trabalho!

Maria Alfacinha disse...

Olha só o que eu fui descobrir tantos anos depois... :-)
(estou tentada a republicar a história das vacas)
Abraço-tipo-gosto-muuuuuuito-de-ti

adoro estes espectáculos - este é no mercado de Valência

desafio dos escritores

desafio dos escritores
meu honroso quarto lugar

ABRIL DE 2008

ABRIL DE 2008
meu Abril vai ficando velhinho precisa de carinho o meu Abril

Abril de 2009

Abril de 2009
ai meu Abril, meu Abril...

dizia ele

"Só há duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana. Mas quanto à primeira não tenho a certeza."
Einstein